Exemplo de Caso de Teste criado a partir de um Caso de Uso

Bom, antes de qualquer coisa, é importante lembrar que o objetivo desse exemplo é mostrar que é possível criar um caso de teste mesmo com pouca (ou nenhuma) informação sobre o sistema. Visto isso, é importante levar em consideração alguns pontos:
– O nível de detalhamento do caso de teste, deve ser o mesmo nível de detalhamento do caso de uso, quanto mais artefatos para criar um caso de teste tiver, melhor, se não tiver, não entre em desespero.
– Essa é a hora de aplicar as técnicas de modelagem de casos de teste (Análise das extremidades, Partição de Equivalência, Tabelas de decisão, Grafos de transição de estado, Grafos de causa e efeito, Tabelas de pares, Checklists, etc). Lembrando que essas técnicas podem ser aplicadas em paralelo ou serem interdependentes, desde que sejam úteis. Não faz sentido colocar uma tabela de pares no meio de um caso de teste que parte de um caso de uso. Por esse motivo, eu disse alguns posts anteriormente, que causou polêmica, Caso de Teste é uma terminologia utilizada quando este é criado a partir do Caso de Uso (ver post aqui).
– Também julgo importante manter um padrão de texto na criação dos casos de teste, como no exemplo abaixo, quando é um link está entre , etc.
– Todo caso de teste deve ter “Resultados esperados”, e durante a execução, este deve ser comparado com o “Resultado real” para verificar se o sistema está de acordo com o planejado.
– É uma boa prática a utilização de uma ferramenta de Gestão de Casos de Teste para facilitar o acesso e manutenção.
– Utilizar outros documentos (documento de padrões do sistema, protótipo de telas, por exemplo) para auxiliar na criação e execução dos casos de teste.

Exemplo de Caso de Uso:

Fluxo normal

1. Cliente coloca um ou mais itens no carrinho de compras
2. Cliente seleciona checkout
3. Sistema coleta endereço, informações de pagamento e de envio do cliente
4. Sistema apresenta todas as informações do usuário
5. Usuário confirma a ordem de pedido para o envio do Sistema

Fluxos alternativos

– Cliente seleciona checkout com o carrinho de compras vazio; Sistema retorna mensagem de erro
– Cliente provê endereço, informações de pagamento ou de envio do cliente inválidos
– Sistema abandona a transação antes ou durante o checkout; Sistema executa logout do cliente depois de 10 minutos inativo

Exemplo de Caso de Teste:

Passos

Passo 1 – Colocar 1 item no carrinho
Passo 2 – Clicar em
Passo 3 – Colocar valores válidos para endereço, utilize Mastercard para pagamento e método de entrega válido e clicar em
Passo 4 – Verificar a ordem de envio
Passo 5 – Confirmar a ordem de envio
Passo 6 – Repetir os passos 1-5 mas colocar 2 itens no carrinho e escolher VISA como forma de pagamento

Resultado esperado

Passo 1 – Item no carrinho
Passo 2 – Tela de checkout
Passo 3 – A tela aparece corretamente e os inputs válidos são aceitos
Passo 4 – Aparece como digitado na tela
Passo 5 – A ordem de envio está cadastrada corretamente no sistema
Passo 6 – Conforme feito nos passos 1-5

Anúncios
  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: